J-View Special: Summon Night Revival. part-5(final)

SN5-52Aqui está a parte final dessa série, fechando com o novo jogo dessa franquia para o PSP. O jogo foi lançado dia 16 de maio e a review tá saindo um pouco atrasada pra dar tempo de eu jogar o jogo o bastante pra fazer uma análise completa e aqui está o resultado:

Já reparou que

Eu coloco esse texto Invisível

Só pra ajustar o texto com a imagem?

Em uma jogada estratégica de marketing bem esperta, os caras da FELISTELLA fizeram um semi-reboot com o universo da série. O que acontece é que se passaram tantos anos desde a estória do último jogo (3 séculos) que o mundo mudou quase que completo. Algo muito interessante de ver. Não apenas os personagens se desenvolvem nessa série, mas o universo também.

– Estória

Escravidão foi banida no universo de Summon Night e o mundo de Lyndbaum vive em harmonia com os outros mundos ligados com ele, caminhando juntos em uma nova era mais civilizada. Porém, ainda existem muita discriminação e conflitos entre as raças, o que gera muitos crimes. O personagem principal age como um invocador, que agora trabalha como um policial para manter a paz entre os diferentes povos.

– Personagens

Personagem Principal

SN5-Folth1SN5-Arca1

Os dois possíveis protagonistas são Folth (homem) ou Arca (Mulher). Ambos são basicamente o mesmo personagem, com quase nenhuma mudança nos diálogos (parecido com o que acontece em Agarest: Mariage). Eles são extremamente talentosos, perfeitos em tudo que fazem. São super bonzinhos e não querem nada mais além de serem úteis para os outros. Eles decidem se tornar invocadores por admirar um homem chamado Erst, que está sumido à anos.

Dyth

SN5-07

Um robô de Loreilal. Ele é um dos possíveis parceiros (os outros 3 vem logo abaixo). Ele é o mais certinho dos 4, sendo bem maduro e sério. Chama o protagonista de Ni-san/Ne-san.

Kagerou

SN5-05

Um Oni de Silturn. Ele é bem empolgado e orgulhoso. Chama o protagonista de Aniki/Aneki.

Spinel

SN5-01

Não tem nenhuma ligação com o guerreiro esqueleto de Killer Instinct. Uma anjo de Sapureth. É bem grudenta e ciumenta quando se trata do protagonista. Chama o personagem principal de Ni-sama/Ne-sama.

Pariet

SN5-03

A loli do grupo. Apesar de ter a mesma idade dos outros 3, ela age como se tivesse no máximo uns 10 anos. É muito mimada e adora cafunés. Chama o protagonista de Oni-chan/One-chan.

– Gameplay

SN5-18SN5-17

Tanta coisa mudou no sistema deste jogo que ele acabou criando um estilo diferente de RPG tactics, se tornando completamente distinto de outro do gênero. Tem tanta coisa nova pra explorar! A maneira como a sua barra de MP enche pra cada ação feita ou a ativação de novos poderes temporários pra quando seu MP alcança 100 pontos.SN5-13SN5-12

O jogo está cheio de novas mecânicas divertidas de descobrir e explorar conforme você vai jogando. A coisa mais triste é que o número de invocações diminuiu bastante, mas eu já esperava isso, já que eles tiveram que fazer um modelo 3D pra cada invocação.

– Gráficos

SN5-14SN5-15

São gráficos bem bonitos. Certamente não são os melhores do sistema (já ouviu falar de Final Fantasy Type Zero?) mas os visuais são muito bem apresentados e explorados. Eu adoro a maneira que o modelo 3D do personagem que você está controlando aparece enquanto você decide as ações. As animações dos ataques são bem bonitas, ao melhor estilo Fire Emblem Awakening (só que aqui os personagens tem pés). Eu também admiro o esforço que eles tiveram em fazer modelos 3D tão detalhados, até mesmo pra inimigos que aparecem pouco. Infelizmente, isso fez com que houvesse pouca variedade de inimigos. Pelo final do jogo, você vai acabar enfrentando a mesma gosma roxa.

– Sons

SN5-19Música boa. Como nos outros jogos, nada que impressiona nesse departamento. A abertura é um J-POP bem grudento e legal, já os restos das faixas usam instrumentos e arranjos que lembram músicas estereotipas de mexicanos ou irlandeses. É exótico mas não é genial.

As vozes são perfeitas. Próximo!

– Conclusão

SN5-20E como esse jogo se saiu? Ele foi Bom! Podia ter sido melhor, mas não chegou a ser uma total decepção como o Fate/Extra CCC. Acho que esse foi um ótimo capitulo de reinicio para essa série, e se houver um Summon Night 6 e 7, estou certo de que os criadores vão estar muito mais preparados e com uma melhor noção do que fazer para criar jogos realmente incriveis. Também espero que eles possam esquecer o PSP de uma vez e criar o próximo título pelo menos no PS Vita. A maior parte das falhas desse jogo foi que ele tentou incluir muita coisa de alta qualidade no disco pequeno do PSP. De qualquer jeito: Seja bem vindo de volta Summon Night!

Anúncios

Sobre Benedict

A ovelha negra. Perdeu sua alma quando resolveu seguir o caminho do mal e unir forças com os jogos nipponicos. Durante um ataque dos EUA, por pouco escapou de se tornar um FPS, porém, um de seus olhos foi permanentemente transformado em uma mira laser.
Esse post foi publicado em J-View, Reviews e marcado , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para J-View Special: Summon Night Revival. part-5(final)

  1. Rafael disse:

    Amo JRPG, mas sei nada de japonês. Queria jogar esses jogos mas tenho medo de ficar perdido e não conseguir avançar. Você entende japonês? Tem alguma recomendação pro meu caso?

    • Benedict disse:

      Olá! Também amo RPGs! Parte do motivo de eu ter aprendido japonês foi pra jogar esses jogos, já notou como é raro eles serem traduzidos? Eu comecei as J-Views pra poder compartilhar informações sobre esses jogos com pessoas que tem problema com JP. Sobre as recomendações: depende do video game que vc tem. O nintendo DS tá cheio de RPGs ótimos em inglês, um que eu gostei particulamente foi o Radiant Historia. O PSP é a melhor casa dos RPGs Japoneses da atualidade, tem muito titulo de qualidade (repare nas minhas Tags), porém, tem poucos jogos traduzidos pro inglês, faz tempo que não jogo algo em inglês no aparelho, desculpe. No 3DS eu recomendo o Devil Survivor e o Fire Emblem Awakening. no PS3 tem o Ni no Kuni que é um jogo espetacular. Se vc tem um XBOX 360…só consigo me lembrar do Tales of Vesperia (que é um jogo excelente por sinal).

      • Rafael disse:

        Obrigado pelas dicas!

        Queria fazer um curso de japonês só pra poder jogar esses jogos que nunca vêm pro ocidente. Recomenda algum curso? Existe algum bom que possa ser feito online?

        É raro ver alguém postando reviews de jogos japoneses aqui no Brasil. Acho que seria muito legal se você fizesse guias pra ajudar jogadores frustados como eu, tipo tutoriais do que está escrito nos menus e como jogar (sem necessidade de detalhar a história toda). Daria o maior apoio!

        • Benedict disse:

          Eu fiz um curso na Nippaku (Associação Nipo-Brasileira da Amazônia Ocidental), mas tenho feito aula particular já faz uns anos, além disso os games também ajudam bastante. Desculpa mas eu não conheço nenhum curso online.
          Acho sua sugestão de criar guias muito legal e eu adoraria poder ajudar mais pessoas a curtir esses jogos, mas a verdade é que eu sou um só e isso da muito trabalho. Atualmente eu to ajudando a fazer um Walkthrough do Summon Night 5 na wikia americana e vai demorar pelo menos um mês pra terminar tudo.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s