Castelo #16 – Os maiores problemas dos Videogames Vol.1 [Podcast Em Outro Castelo]

capa podcast 16

Rááááá, de onde menos se espera, é de lá que não sai nada mesmo! Apesar desta máxima da humanidade, e contrariando todas as expectativas, eis que surge de onde menos se espera mais um podcast do Em Outro Castelo!

E neste podcast a equipe completa discute pela primeira vez (ou não) o que eles acham que são os maiores problemas dos videogames! Ou seja, falaremos devagar para qualquer ouvinte com dificuldades cognitivas, como você, quais são os principais problemas da videogametude atual. Se você acha esse tema meio familiar, saiba que estamos copiando descaradamente um podcast melhor q a gente gosta muito, mas é de coração.

Então de o play no player abaixo e resolva seus problemas:

 

Se preferir baixar o arquivo, fique à vontade e clique neste link.

E se você é um destes descoladinhos que gosta de ouvir podcasts através de feeds RSS, temos um desses também! Clique aqui para assinar o nosso feed.

Se você é Hipster e tem um iPhone, também dá para encontrar o Em Outro Castelo no ITunes.

Nós também estamos no YouTuner.co, que é uma espécie de youtube para podcasts nacionais, que fica em www.youtuner.co

Quer entrar em contato? Você pode comentar neste post mesmo, ou tuitar para @emoutrocastelo.

Curta a gente no facebook também, para além de poder saber antecipadamente quando sai post novo, poder se comunicar com a gente facilmente (e deixar a gente mais feliz): www.facebook.com/emoutrocastelo

Trilha Sonora:

No Geral, a trilha deste episódio é do maravilhoso (pelo menos para mim) Lost Odyssey

Citado neste podcast

Francis:

Asuras Wrath e o ódio de Maximus

https://emoutrocastelo.com/2012/07/25/crapcom-asuras-wrath-e-o-final-por-dlc/

Sequelitis:

 

Anúncios

Sobre Maximus Decimus

Um carinha do barulho que vai armar altas confusões que até deus duvida nesse site que é um estouro.
Esse post foi publicado em Podcast Em Outro Castelo e marcado , , , . Guardar link permanente.

21 respostas para Castelo #16 – Os maiores problemas dos Videogames Vol.1 [Podcast Em Outro Castelo]

  1. Raul disse:

    Quando o podcast volta?

  2. Malco Canedo disse:

    E por falar em problemas de beta tester…
    Dona Capcom cagou no Street Fighter V.

  3. Aoki Nathy disse:

    Yoo!
    Gostei bastante do podcast, pra mim o maior problema é o gamer, pelas razões já citadas durante o rant do Fakenerd.
    Desculpem por não ter comentado mais cedo (culpa da escola) e por não elaborar um comentário maior (culpa do WordPress, que deletou o meu).
    キス~

  4. Aoki Nathy disse:

    Cara, esse WordPress tá muito bugado

  5. Aoki Nathy disse:

    Yoo!
    Gostei muito do podcast.
    O maior problema pra mim realmente é o gamer, afinal, se tem CoD, Battlefield e Assassin’s Creed todo ano, é porque tem gente que compra (apesar de que o Battlefield Hardline foi rapidamente esquecido e as pessoas preferiram continuar no BF4).
    Também acho o problema do gamer como beta tester algo sério, por essa falta de cuidado, muitas vezes a pessoa desiste de comprar jogos AAA ou s9 compra em promoção.
    Me desculpem por comentar tarde, a escola tomou muito do meu tempo e o WordPress deletou as minhas tentativas anteriores de comentar.
    Pra terminar, desejo um feliz ano novo a vocês e espero que o próximo cast venha logo.
    Kisses!

  6. Elia disse:

    Po, preciso deixar aqui a parada que MAIS ME IRRITA em jogos de videogame: a jogabilidade naqueles momentos em que você precisa se esconder. No splinter cell, por exemplo, quando você precisa entrar em “cobertura”, ou seja, se grudar na parede pros inimigos não te verem. Você aperta o botão pra ficar ATRÁS da caixa e o personagem cola DO LADO DO SOLDADO. No Assassin’s Creed IV é só você passar perto de um palheiro que lá vai o cara se jogar no chão que nem um cachorro. Se não me engano no Sombras de Mordor também rolava… Somente Alborghetti conseguiria traduzir com precisão meu ódio nesses momentos.

    Parabéns pelo cast, foda demais.

    ps: não entendi que caralhos o wordpress fez, então estou mandando o comentário de novo caso não tenha ido.

  7. Po, preciso deixar aqui a parada que MAIS ME IRRITA em jogos de videogame: a jogabilidade naqueles momentos em que você precisa se esconder. No splinter cell, por exemplo, quando você precisa entrar em “cobertura”, ou seja, se grudar na parede pros inimigos não te verem. Você aperta o botão pra ficar ATRÁS da caixa e o personagem cola DO LADO DO SOLDADO. No Assassin’s Creed IV é só você passar perto de um palheiro que lá vai o cara se jogar no chão que nem um cachorro. Se não me engano no Sombras de Mordor também rolava… Somente Alborghetti conseguiria traduzir com precisão meu ódio nesses momentos.

    Parabéns pelo cast, foda demais.

  8. Aoki Nathy disse:

    Não estou conseguindo comentar

  9. Aoki Nathy disse:

    Yoo!
    Na minha opinião, o maior problema é o gamer. É ele que compra Call of Duty todo ano, é ele que compra Assassin’s Creed todo ano sabendo que ele vem bugado e defeituoso, é ele que joga e paga freemuims como Candy Crush (eu me enquadro nessa XD), enfim, o gamer faz muita merda.
    Adorei o podcast, desculpem por não ter comentado antes, a escola levou muito do meu tempo livre .
    ~chu

  10. Aoki Nathy disse:

    Na minha opinião, o maior problema é o gamer. É o gamer que compra Call of Duty todo ano, é o gamer que compra Assassin’s Creed todo ano mesmo com os bugs, é ele quem joga e até paga por freemiums como Candy Crush(eu me enquadro nessa), enfim, o gamer faz muita merda.
    Adorei o podcast, me desculpem por não ter comentado mais cedo, a escola tomou muito do meu tempo.

  11. Aoki Nathy disse:

    Na minha opinião o gamer que é o maior problema. As babaquices que o gamer faz tem um efeito na industria. É o gamer que compra Call of Duty todo ano, é o gamer que compra Assassin’s Creed todo ano mesmo ele vindo bugado e imperfeito. É o gamer que dá dinheiro pra Candy Crush (eu me enquadro nessa XD). Enfim, o gamer faz muita merda.

  12. Ken-Oh disse:

    E depois de um longo inverno, consegui ouvir o cast etão de parabéns.
    E sobre ele só tenho duas coisas a dizer:
    1° Realmente pra mim o maior problema são os jogadores, não só pelo fato da fanbase escrota que alimenta franquias ridículas que já deveriam ter terminado, mas também por alimentamos coisas escrotas como DLCs e ainda ter gente que defende isso.

    2° Não fui eu que alterei a Wikipedia, mas entendo o pq de vcs serem referencia,. Na época que eu procurei sobre essa questão do final vcs foram os únicos que avisaram de maneira concreta e com criticas. Até um certo podcast que pilota coisas falou do jogo sem saber desse fato e ainda dizendo que terá um segundo.

  13. Malco Canedo disse:

    Passando pra desejar a vocês un feliz dia do Podcast.
    Continuem fazendo o ótimo trabalho.

  14. Benício disse:

    Bem legal o pod, acredito que pior no atual momento é sermos os beta testers. Isso é realmente um saco. Vida longa aos patches de correção. Não acredito que estamos vivendo um segundo crash dos VG’s acho que estamos ficando com cada vez mais jogos de nicho, muitos poucos jogos vão se tornar clássicos. Valeu.
    P.S.: Só joguei, joguei mesmo, o MGS 1 pegar emprestado depois o V. Jogando o Mad Max que é um jogo bem medíocre.
    []’s

  15. Slag, o desnecessauron, primeiro e único, testando quantos caracteres de nick o site suporta disse:

    Vou dar uma de advogado do diabo e dizer que o problema somos nós, mas em outro sentido. O problema é que ao contrário de antigamente, temos muita oferta de jogos para jogar, e assim não podemos ficar perdendo tempo nos aprofundando na história. E é só ver que hoje em dia qualquer jogo de ação tem muito mais coisas para ler/ouvir do que os RPG’s 8/16 bits. E ai do jogo que não desenvolver bem a história nos dias de hoje.

    Provavelmente culpa do PT, ops, do advento dos CDs que proporcionaram um salto na quantidade de informação armazenada e assim não era preciso economizar tanto espaço com textos ou diálogos. Primeiro jogo que eu vi que tinha muita história foi o Diablo 1, justamente para PC (eu sei que antes teve Myst e muitos outros, mas Myst não era propriamente um jogo de ação).

    Sobre a crise nos jogos, acho que há um pouco uma saturação, tipo os filmes de herói (ou sou só eu que estou meio de saco cheio já?). Quando foi o último jogo realmente revolucionário que vcs viram? Claro que este mercado não vai acabar, não acabou nem no crash dos anos 80, imagine agora.

    Por fim, para mim não está tão ruim, mas tb não está tão bom como poderia ser.

  16. Malco Canedo disse:

    Gostei do jeito que vocês conduziram o tema, ficou bem divertido de ouvir.
    Eu vou comentar sobre cada problema:
    Beta Tester: Isso vai ser meio vergonhoso, mas EU JOGUEI SKYRIM PRA PS3, e eu tive alguns bugs bizarros, tanto que eu não comprei o jogo depois, peguei raiva dele e fico zoando um amigo que joga, o mesmo aconteceu com Far Cry 4 numa escala menor, apesar de que não foi só por isso que eu detestei ele, e numa escala muito maior, o meu pior game do ano passado, o Ver Cachorros, eu joguei os três na lan house e graças a eles, eu raramente compro jogos fora de promoções, a única exceção foi o Metal Gear e só depois que eu vi os reviews.
    Controle: O mais escroto que eu joguei foi o N64, isso quando eu era criança e não lembro o game, por falar nisso, lembrei de um problema que vocês até encostaram com Ico e SOTC, games com controles escrotos.
    O gamer: Eu odeio o gamer, é por causa do gamer que a gente tem COD e Assassin’s Creed todo ano e é por causa dele que vai ter remake de FF VII.
    Audiologs: Ignoro no Bioshock, ignoro no Metal Gear, por que eu não iria ignorar aqui?
    Só mais dois recados, a edição ficou com uns glitches meio bizarros, e eu tenho outro tema pra discussão, a mãe de toda a merda A.K.A a expectativa.

    • Zebaca disse:

      Verdade, tem uns glitches bem escrotos mesmo.
      Expectativa é foda, leva a coisas merdas como minha tristeza com watchdogs. E pra quem não sabe, Metal Gear Phantom Pain é um Hideo Kojima game, mas é um fucking Hideo Kojima game com um bug corrompedor de saves. Não usem a quiet nas missões 29 e 42. Recebi pelo facebook da própria konami com umas duas semanas depois do lançamento…

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s