Castelo #17 – Melhores e Piores de 2015 [Podcast Em Outro Castelo]

capa podcast 17

SIMMMMM! Seus olhos (nem seus ouvidos) não vos enganam: Está lançado (tal qual a sorte) mais um podcast do Em Outro Castelo. E não é qualquer podcast! É o nosso tradicional podcast de fim/inicio de ano. E essa porra tá com quase três horas.

E neste podcast a equipe completa discute mais uma vez quais foram os seus jogos favoritos (e mais detestados) do ano de 2015! Isso mesmo, nesse podcast inovador e único no mundo dos videogames, não apenas falaremos do que há de melhor, mas também do que foi mais escroto no mundo dos videogames neste ano que passou. E mais: Também tem leitura de comentários nesse pod (feita bem depois da gravação do mesmo).

Falando nisso, daremos um brinde especial ao leitor que descobrir qual foi a data exata em que gravamos este podcast! (Dica: Não foi em fevereiro ahuahuahauhauhau).

Então de o play no player abaixo e seja melhor (ou pior, vai de cada um):

Se preferir baixar o arquivo, fique à vontade e clique neste link.

E se você é um destes descoladinhos que gosta de ouvir podcasts através de feeds RSS, temos um desses também! Clique aqui para assinar o nosso feed.

Se você é Hipster e tem um iPhone, também dá para encontrar o Em Outro Castelo no ITunes.

Nós também estamos no YouTuner.co, que é uma espécie de youtube para podcasts nacionais, que fica em www.youtuner.co

Quer entrar em contato? Você pode comentar neste post mesmo, ou tuitar para @emoutrocastelo.

Curta a gente no facebook também, para além de poder saber antecipadamente quando sai post novo, poder se comunicar com a gente facilmente (e deixar a gente mais feliz): www.facebook.com/emoutrocastelo

Siga os Castelers (tô modinha agora, me deixe) no twitter: @andreglad (Maximus), @generaldopanda, @fakenerd_EoC@zebaca (Ed Shemp) e @gangrelion (finado Benedict)

Trilha Sonora:

A trilha deste podcast em geral é um misto da trilha de Witcher 3 com a maravilhosa trilha de Undertale:

Citado neste podcast:

Otaku Overdrive, site em inglês em que o Ed Shemp e o Benedict falam sobre japonesices

Inclusive, essa é a review de Omega Quintet, que o Ed Shemp cita nesse podcast

Falando nisso, eles também tem um canal no youtube

Momento foda da dublagem de Witcher 3:

Sim, já rolou uma Playboy da Triss Merigold de Witcher 3

witcher2-triss-playboy-e1303339412333

Video do Cara Tussiu do Daileon, conhecido também como melhor vídeo do mundo

Chora mais do Godzilla

Cenas de Metal Gear V em que a Quiet é trocada pelo Ocelot

 

Anúncios

Sobre Maximus Decimus

Um carinha do barulho que vai armar altas confusões que até deus duvida nesse site que é um estouro.
Esse post foi publicado em Podcast Em Outro Castelo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Castelo #17 – Melhores e Piores de 2015 [Podcast Em Outro Castelo]

  1. vim pelo mdm, Maximus é engraçaralho

  2. Harima Kenji disse:

    gostei, vim pelo mdm Maximos é engraçaralho

  3. Para mim melhores jogos do ano passado foram, Bloodborne e Rocket League.
    Não havia jogado nenhum da série Souls e me surpreendi muito com esse jogo, muito hype pelo Dark Souls 3.
    Rocket League pela surpresa. E gostei muito DO Lara Croft GO para mobile, muito acima da média.
    Falou.

  4. Malco Canedo disse:

    Gostei do podcast.
    Como eu fui um gamer muito mais ativo esse ano, vou discorrer cada tema.
    Melhor jogo: Sem dúvida, MGSV. Eu adorei, mesmo com os erros do Kojima e as merdas da Konami, eu amei tudo no jogo, pena que ele sofreu o efeito Xenogears. Só pra constar, talvez eu seja um fanboy de Metal Gear, afinal, eu fiz a porra do emblema do Big Boss no MGS4.
    Pior jogo: BF Hardline. Eu não sou fã de FPS no estilo do BF, mas mesmo assim odiei essa merda além da conta. Quando um amigo seu que é fã de BF fala que o jogo é ruim, você sabe que está certo.
    Maior surpresa: Eu tenho duas.
    1- RE Revelations 2: A Capcom já cagou forte em RE, e quando falaram de como seria a história e que seria em episódios, muita gente falou mal. Mas honestamente, esse jogo foi uma surpresa pra todo mundo, inclusive eu, que me diverti horrores com ele.
    2- MGSV: Quando falaram da treta com Kojima, eu pensei que ele sofreria o efeito Megaman X5, mas ele é excelente, mesmo tendo o efeito Xenogears.
    Maior decepção: Game of Thrones da Telltale. Eu joguei graças a vocês e honestamente, depois do final do primeiro episódio, eu só vou comprar o resto pelos troféus.
    PS: Outra decepção desse ano foi o Inafune ter virado um filho da puta graças ao que ele fez no Kickstarter.
    Melhor jogo baixável: Hotline Miami 2. Eu ouvi as pessoas falando bem dele, comprei numa promoção no PS3 e do nada, ele se tornou o meu segundo jogo favorito da minha vida, esse jogo é simplesmente o exemplo perfeito de uma evolução foda do 1 pro 2 (só pra constar, eu joguei o 1 depois e curti, mas ainda prefiro o 2).
    Melhor multiplayer: Eu vou botar o Metal Gear Online. O gameplay é aquela delícia do V e é um dos multiplayers que eu mais me diverti jogando.
    PS: Maximus botou Battlefront como multiplayer do ano, PELO AMOR DE DEUS…
    Prêmio Capcom: KONAMI. PONTO. Não se arruma confusão com o produtor da única coisa que ainda presta da porra da sua empresa.
    PS: Ed Shemp deu grana pro Iga? Isso não vai acabar bem…
    PS Duplo: Warner e a droga dos seus ports. Eu fiquei muito puto quando descobri que cancelaram a versão de PS3 do MKX porque o port ficou UM LIXO.
    Prêmio Dead Island: Sem dúvida, Fallout 4, que parecia muito mais divertido no trailer e foi simplesmente nheca quando saiu.
    Prêmio Ejaculação Precoce: Star Wars Battlefront, absolutamente sem conteúdo nenhum.
    Prêmio Preconceito: EU NUNCA VOU JOGAR BLOODBORNE. Eu comprei Dark Souls II e foi simplesmente uma das experiências mais frustrantes da minha vida, e eu não vou mais correr atrás da droga da série Souls.
    PS: O pessoal lambeu tanto The Witcher que eu comecei a perder a vontade de jogar.
    Um prêmio que não rolou, mas eu vou falar, o melhor DLC desse ano pra mim foi Shovel Knight – Plague of Shadows, jogar com o Plague Knight foi uma experiência muito interessante e além do mais, foi de graça.
    Deixei passar: The Witcher, MKX, Arkham Knight e Undertale.
    Melhor jogo mobile/portátil: Pra mim, Fallout Shelter e só, foi uma experiência melhor do que Fallout 4.
    Hype de 2016: Persona 5, eu amei o 4 e quero pegar o 5, Atlus, faça o jogo bom, por favor, P4 já é o meu JRPG favorito.
    Previsões de 2016: KOF XIV vai ser ótimo, Uncharted 4 vai ser mais do mesmo, Mighty No. 9 eu perdi meu hype e acho que vai ser sem sal e o Quantum Break eu acho que vai ser ruim.
    Falando do EOC: eu vou continuar acompanhando o site, vou continuar fazendo comentários GIGANTES como esse e talvez eu possa vi…tá sonhando alto, Malco, treine a edição primeiro.
    Agora se me permitem, vou voltar para minha quest de platinar MGS4.
    Até mais, pessoas.

    • Malco Canedo disse:

      PS Número Mais de Oito Mil: Eu não edito Wikis.
      PS Duplo: Lembrei qual foi o jogo que eu joguei no N64, foi Turok.
      Eu não gosto de quase nada em FF VII, exceto a música.
      Zangief fazendo cosplay de catraca foi foda, e eu achei bizarro que o Super dele virou um simples German Suplex.
      Pra finalizar, fiquei feliz pela volta do Bonus Round (Maximus, as cartas são pra vender mesmo) e zerei MGS4 pela décima primeira vez na minha conta agora mesmo.

  5. Ken-Oh disse:

    EITAAA!!! Quem diria em.
    Vamo ouvir ae!!!!!!

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s