Castelo#22 – Decepções! [Podcast Em Outro Castelo]

Achou que não ia ter mais Em Outro Castelo? Achou errado, otário!

Neste podcast, Maximus Decimus (@andreglad), Ed Shemp(@ze_baca) e Fakenerd(sem twitter) vão comentar sobre os jogos que os decepcionaram. Por razões de falha de comunicação, eu (o Maximus) achava que era sobre jogos recentes apenas, então minha lista ficou meio coisada. Mas segue o jogo!

Então de play no player abaixo e se decepcione você também:

Se preferir baixar o arquivo, fique à vontade e clique com o botão direito neste link e salvar como.

E se você é um destes descoladinhos que gosta de ouvir podcasts através de feeds RSS, temos um desses também! Clique aqui para assinar o nosso feed.

Se você é Hipster e tem um iPhone, também dá para encontrar o Em Outro Castelo no ITunes.

Quer entrar em contato? Você pode comentar neste post mesmo, falar com a gente na nossa página do Facebook ou tuitar para os nossos twitters pessoais.

Curta a gente no facebook também, para além de poder saber antecipadamente quando sai post novo, poder se comunicar com a gente facilmente (e deixar a gente mais feliz): www.facebook.com/emoutrocastelo

Anúncios

Sobre Maximus Decimus

Um carinha do barulho que vai armar altas confusões que até deus duvida nesse site que é um estouro.
Esse post foi publicado em Podcast Em Outro Castelo. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Castelo#22 – Decepções! [Podcast Em Outro Castelo]

  1. Olar pessoas. Depois de alguns dias, finalmente pude ouvir o podcast e gostei, mas poderia ter sido um pouco mais longo, porque decepção gamística é o que não falta.
    Vou falar umas 3 que se destacaram pra mim, a primeira foi Dark Souls II, que eu caí no hype de Souls mas acabei jogando primeiro o pior da série e que comparando com o primeiro (o qual eu estou jogando agora), quase tudo no II foi piorado, desde gameplay até level design. O segundo foi o nosso querido Mighty No. 9, o qual eu me decepcionei não esperando nada, o jogo é feio, tem o gameplay centrado no dash (o que a partir de certo ponto irrita), tem uns diálogos que são cheesy até pra jogo de criança e não roda bem em lugar nenhum (pensei que era só no meu PC, mas pelo visto essa merda tem queda de frame em todas as plataformas).
    A terceira é uma que o Ed compartilha, que foi Street Fighter V. Além da falta de conteúdo e das táticas imbecis da Capcom em relação a isso (VRUM VRUM!, pelo menos aquela Menat tá parecendo um personagem melhor), o gameplay, apesar de ser legal, é raso pra caralho. Apesar de eu não gostar de SFIV, não dá pra negar que o sistema de combos dele te permite exercer a sua criatividade. SFV não tem isso e parece que todo mundo joga igual.
    Sobre MGSV, como eu já falei várias vezes, eu sei que poderia ter sido melhor (MUITO melhor), mas não me decepcionei por ter me divertido pacas naquele jogo, o que já valeu o que eu gastei no jogo.
    Enfim, espero que tenhamos pelo menos mais um podcast antes do ano acabar e vocês fazerem o Melhores e Piores do Ano e falarem bem de Persona 5. Até mais, galera.

  2. Taikou disse:

    Eu acredito que o podcast do Outro Castelo é tão raro por que um anjo ganha asas quando sai.

  3. O último jogo que me decepcionou foi o Breath of the Wild. Eu entendo todos elogios que o jogo recebeu, como o mundo é incrível, as possíbilidades e tal… Mas não consegui ignorar os problemas dele, como os técnicos (Framerates péssimos na versão do Wii U que caem só de movimentar a câmera ou travar o jogo quando tem muitas coisas acontecendo na tela), dungeons principais fracas, simples e que são visualmente identicas, boss battles chatos, a pior encarnação de Ganon que já joguei, a falta de variedade de inimigos que só mudam as cores, os itens são mais gimmicks para certas áreas do jogo do que itens importantes que serviam para todo o jogo quando você os habilitava, o sistema de armas se quebrando não funcionou por que você acaba evitando enfrentar os inimigos por que não quer perder os seus itens nos momentos mais importantes e talvez o mais decepcionante, o jogo te pune por querer terminar o jogo com os itens tradicionais e derrotando as dungeons principais e faz a última dungeon, a melhor disparada, fácil por te fazer muito mais poderoso. Não me senti jogando um Zelda, mas um jogo de mundo aberto com skin de Zelda.
    Foi um bom primeiro passo para um reboot da série, mas gostaria de ver esses pontos melhorados para as próximas interações. Do meu ranking só não perde para o Twilight Princess lol

  4. Iago Azevedo disse:

    Sou novo por aqui, mas, curti muito o Podcast. (Vim aqui por causa das indicações do MDM, mas, o podcast é muito bom. 🙂

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s