Star Trek ensina como aplicar um Skyrim

Star-Trek-The-Video-GameÉ, eu nunca fui fã da série. Sou mais um Star Wars guy… Tive zero de interesse pelo jogo. Até que o Angry Joe lançou um certo video, reclamando de novamente ter comprado um jogo incompleto no lançamento. Cara, isso tá ficando comum.

Bem, vamos explicar o que houve. O jogo Star Trek foi lançado na Steam dia 23 de Abril, com a seguinte descrição:

“Jogue como dois dos maiores heróis da ficção-científica de todos os tempos — Kirk e Spock — no premiado STAR TREK, uma experiência cooperativa completamente original que expande o universo de Star Trek ainda mais.”

e mais:

“Jogabilidade cooperativa com Kirk/Spock”

Legal né? Hoje em dia existe quase uma exigência de todo jogo de ação possuir multiplayer, e eles certamente compraram a idéia. Exceto pelo fato de o multiplayer no PC NÃO FUNCIONAR NO LANÇAMENTO DO JOGO!!

Aposto que alguém não vai entender...

Aposto que alguém não vai entender…

Como alguém propagandeia um jogo multiplayer e lança a merda do game sem multiplayer?… Bem, o pessoal começou a reclamar no fórum da steam sobre o jogo, em busca de uma solução. Aí que surgiu um gamer totalmente “sou-só-um-gamer-que-nem-vocês”, o senhor Kenneth.lindenbaum, dizendo: “Works fine for me. Game uses Steam servers.”, traduzindo: Tá de boa pra mim. O jogo usa servidores da Steam.

Há… Ok. Só teve um problema, o perfiu do cara tinha, no dia 24 de Abril, 158 horas de jogo. Pra quem lembra da data do lançamento, é o maior dia da história, ou esse cara gente boa tava jogando desde antes do lançamento… Pra ser exato, ele é o SENIOR PRODUCER do jogo!

Golpe do meme instantâneo!

Golpe do meme instantâneo!

Somado ao fato das primeiras reviews de Star Trek The Video Game no metacritic terem sido notas altas dadas por contas fakes, “supostamente” feitas por caras da própria produtora, esse jogo acabou sendo o mais infame do ano até agora.

Bem, mas eu citei Skyrim no título, certo? Lá vou eu perseguir a pérola do mundo virtual de novo? Bem, talvez seja isso sim, admito, mas cara, a verdade é que Skyrim é um jogo muito bom, que tornou-se o maior exemplo de um dos grandes males do mundo dos games atual, o lançamento sem controle de qualidade devido.

Eu estudo sobre projetos de software na faculdade, e Maximus me reprove (não que ele ainda possa) se lançar software sem CQ (controle de qualidade) for uma boa prática. E o pior, reza a lenda (ou disse o tal AngryJoe) que esse jogo já tá pronto faz tempo, só “atrasaram” o lançamento pra sair mais próximo ao lançamento do filme novo. Sim, e por que não testaram esse maldito multiplay direito?

Bem, a desculpa da Bandai Namco é que a culpa é dos servidores da Steam, que deviam ter funcionado de boa. Colega, eu podia até acreditar que a Steam tem culpa, mas a campanha safada de promoção dessa joça de game foi tão aloprada que acho difícil dar confiança pra esses caras. Outras pérolas envolvem ignorar o problema, pedir pra clientes entrarem em contato apenas por mensagem pessoal para tratar do assunto e, meu preferido, mentir na cara dura no twitter deles dizendo que só alguns usuários tiveram problema.

Que puta falta de sacanagem

Que puta falta de sacanagem

Diz a Bandai Namco que já tá tudo ok, mas durante a escrita desse, o fórum da Steam ainda tá recheado de caras dizendo que tá porra nenhuma. Como eu não comprei o jogo, não posso confirmar. Se alguém aí tiver, por favor informe nos comentários.

Mas é uma merda mesmo isso, assim como existe o bom e mal DLC, os patchs de jogos via net são uma coisa boa, que acabou sendo distorcida por empresas safadas. O número de jogos lançados imcompletos ou super bugados nunca foi maior, afinal, é só lançar um remendo depois… E nós acabamos relevando, afinal, o resultado final vai ser legal, né? Exceto que você pagou por um produto completo, não por um remendável. Honestamente, pro caminho que a coisa tá indo, não demora vamos passar anos jogando algum jogo sem sair sequer do beta…

Wait…

E antes que me esqueça de usar essa imagem, Spock, corta a amizade com eles!

nimoy-llapP.S.: Combo Breaker!!

Anúncios

Sobre Ed Shemp

Mais um dos garotos perdidos que descobriu que o sentido da vida é um filme do Monty Python.
Esse post foi publicado em Fala Sério! e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s