Super Smash Bros. jogo de luta ou não?

Estava eu outro dia conversando com um amigo nos comentários do blog e fiquei interessado em pesquisar um pouco sobre um assunto polêmico. Super Smash Bros. é ou não um jogo de luta? Bem, eu colhi argumentos e conceitos sobre essa questão. Vejamos se posso chegar a uma conclusão, enquanto esclareço minha visão sobre os principais pontos que são levantados por ambos lados.

Em primeiro lugar, tentemos esclarecer o que seria um jogo de luta. Vou tirar duas definições da wikipédia:

Jogo de Luta é um gênero de video game onde o jogador controla um personagem na tela e enfrenta um oponente em combate físico. Esses personagens tendem a ser de poder equilibrado e lutam combates que consistem de vários rounds, que acontecem em uma arena. Jogadores devem dominar técnicas como bloqueio, contra-ataque e seqüências de ataques conhecidas como combos.

Não é uma boa dizer que os personagens tendem, pois deixa-se margem.

Jogo de luta é um tipo de jogos de ação onde os personagens na tela lutam um com o outro. Esses jogos tipicamente possuem movimentos especiais iniciados usando seqüências rápidas de botões pressionados com movimentos de joystick. Tradicionalmente mostram personagens em visão lateral, mesmo com a evolução do gênero do 2d para gráficos 3d.

De novo, “tipicamente” e “tradicionalmente” deixa dúvidas demais pro meu gosto…

Lindomar, demonstrando um movimento típico de jogo de luta

Mas então como definir um jogo de luta? Na minha humilde opinião tem que ser um jogo que demonstre uma disputa direta entre dois lados, decidida em combate direto (porrada) em um cenário delimitado, com movimentação primariamente lateral (mesmo com cenário 3d) e regras baseadas em nocaltear o oponente. O jogo deve (pelo menos tentar) proporcionar equilibrio entre os lados e os lutadores devem ter acesso ao mesmo tipo de capacidade de combate.

Com capacidade não quero dizer golpes parecidos, e sim a mesma barra de life, de pow e de defesa(mesmo com atributos diferentes), acesso a side step em jogos 3d, função especial do quarto botão, essas coisas mais básicas.

Ok, agora vejamos o que pessoas dizem sobre a questão. Eu abri um forum aleatoriamente (para evitar que minha opinião decidisse qual era bom ou não) e colhi os comentários evitando repetir muito a mesma questão e comentários bucho-kid(sim/não, quem discorda é zé-palavrão). Traduzirei os comentários em português e depois direi o que penso deles:

Sim

“Sim, é um jogo de luta, apenas de um estilo diferente.”

Parece um certo consenso, mesmo quem vê SSB como jogo de luta o acha diferente, e eu não vejo nada de errado nisso. Existem mesmo estilos diferentes de jogo de luta.

“É um jogo de luta porque personagens lutam um com o outro.”

Personagens lutam em vários jogos que não são de luta, o nome de um gênero não é tão literal assim.

“É um jogo onde a única interação dos personagens é lutar, não sei do que mais seria classificado.”

Ok, concordo que a única interação do jogo é luta. Mas, novamente, existem jogos de outros gêneros com essa característica. Ex.: Final Fight.

“Você escolhe seu personagem e é colocado em um ambiente relativamente fechado com o propósito único de derrotar seu oponente em combate direto

Ok, esse é bom. Combate direto e ambiente delimitado (sim, eu acho os cenários de SSB delimitados) são pontos que eu acredito muito importantes.

“Fãs esnobes de jogos de luta vivem perguntando cadê a inovação buá e então desclassificam os que tentam algo novo. “

Pois é, é verdade. Nós reclamamos da reciclagem infinita da Capcom e SNK, mas os jogos de luta só se repopularizaram com a onda de “volta ás raízes”. Nós talvez sejamos meio cabeça fechada sim, devo admitir.

(sobre o número de lutadores não ser dois)”MvC usa mais de um lutador por time também.”

É, KOF também usa. Mas são só dois times.

Não

“Então qual outro jogo de luta é igual ele? Power Stone?

Não. Smash Bros. não é tão parecido com Power Stone quanto a maioria pensa. Eu já pensei assim, mas, com um pouco de reflexão, a jogabilidade não é parecida, principalmente graças ao cenário. E ser diferente dos outros nunca fez Mortal Kombat menos jogo de luta.

Chamar Smash Bros de jogo de luta é como chamar Streets of Rage de jogo de luta. Ele é para jogos de luta o que Mario Kart e outros jogos de kart são para jogos de corrida.”

¬¬ Streets of Rage é ligeiramente diferente de Smash Bros. E sua colocação sobre jogos de kart é um pouco infeliz, visto que os mesmos são aceitos como jogos de corrida…

“Tire os movimentos especiais de SSB e Street Fighter e compare os dois. Me convença que são ao menos perto de serem o mesmo jogo!”

¬¬Principalmente porque fazendo o mesmo com Tekken e Guilty Gears você tem literalmente o mesmo jogo!… Pera aí, tem não.

“Criadores de jogos de luta convencionais criaram a profundidade (complexidade de jogabilidade)propositalmente, em SSB foram os jogadores que a descobriram por conta própria.

¬¬Claro amigão, os combos infinitos de KOF 2001 foram todos propositais… A verdade é que as empresas foram acertando os elementos que os jogadores descobriram, nem contador de combo tinha em SF2…

“É extremamente baseado em ambiente, inteiramente dependente de movimentos especiais e o acaso é um fator importante. Oponentes também são mortos apenas sendo jogados para fora do cenário.”

Ok, os elementos ao seu redor, como itens, são estranhos mesmo e o acaso é um fator contra-intuitivo para jogo de luta. O sistema de KO, embora determinado, é bem diferente do padrão. Você pode “morrer” com 125% enquanto um cara com 300% sobrevive…

Speak! your opinion.

Conclusão

Bem, se tiver que escolher um lado, seria não. O fato de ser um combate de vários lados ao mesmo tempo realmente não encaixa com jogo de luta em minha opinião. Mas a imensa maioria dos argumentos da cambada negativa não soam convincentes.

Na verdade, tanto é que eu não me sinto no direito de discordar de quem o categoriza como “de luta”. Aliás, acho que se você quer dizer a alguém que ele não pode fazer algo, você deve explicar a razão, não o contrário.

Quer saber o tamanho da confusão dessa questão? Dentre os criadores do jogo, não há um consenso. Se eles não podem afirmar com certeza, quem sou eu pra bater o pé…

Em uma nota final, o gênero que os do contra dizem ser o correto para SSM é Party Game, um jogo que prioriza diversão em grupos maiores. A maioria que diz isso ainda assim concorda que o jogo é muito bom.

Anúncios

Sobre Ed Shemp

Mais um dos garotos perdidos que descobriu que o sentido da vida é um filme do Monty Python.
Esse post foi publicado em Opinião Polêmica da Discórdia e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Super Smash Bros. jogo de luta ou não?

  1. Maximus Decimus disse:

    Falando em Power Stone… A Capcom é uma fucking esfinge! Não consigo explicar o enigma de não terem lançado uma versão HD downloadable do jogo, com modo online e tudo mais, e na sequencia uma versão totalmente nova, como a Capcom fez com tantos outros jogos como bionic commando, o Street HD antes do Street 4, e etc.

    Eu seria o primeiro a comprar um Power Stone Collection para PS3.

    PS: TODO MUNDO sabe que Zelda é um RPG :p

  2. Marcus disse:

    Sim sim, adoro discussões que dão idéias para textos. Serei o comentador mais chato do seu site, MUAHAHAHAHAHA

  3. Ed Shemp disse:

    Pois é, não falei que daria. Foi nem difícil escrever, difícil foi parar…

    Eu disse no texto, acho sim que a visão de vários fãs de JdL é limitada demais, mas também acho fácil apontar dedo. Vários defensres do SSM JdL também limitam a “se tem luta é JdL”. (eu estou me referindo a público geral, não a vc, não se ofenda)
    Por incrível que pareça, a progreção de dano de Bushido é exata (mesmo sem barra de life), só tem golpes 100%. Em SSB vc tem menos dano que o oponente enquanto morre.
    A visão de Tekken é primariamente lateral. Aliás, a de SSB também.
    A parada do Sakurai… é, se eu não acho mais o nome do puto da produção que disse que achava que não era, não tenho resposta.
    Se tem algo que tentei provar nesse post, é que não descarto SSB por ser “coisa de criança”. também há um preconceio reverso de diserem que pensam assim de tudo da Nintendo. Eu expliquei seriamente o que considero o fator que leva (a eu) não considerar SSM um JdL.
    Vai soar preconceito meu, mas vamos lá: Eu acho que com o apelo público do jogo SSB (que é muito bom, ninguém discorda) e ele ser baseado em combate direto, nenhum organizador de evento que se preze e goste de fazer dinheiro vetaria SSB do torneio por “não ser jogo de luta”. Sério, entendo seu argumento, mas trabalhei organizando evento e com esse eu não consigo concordar. Acho sim que o dinheiro impera.
    O modo de aventura tem a jogabilidade de SSB funcionando bem, o modo só foi MUITO mal desenvolvido. Principalmente os cenários. Desaconcelho a todos…
    Mas, novamente, eu sei porque você chama SSB de JdL e não questiono sua visão. Eu respondo argumentos seus, mas seriamente não posso te dar um bom do porque não é, você poderá contra-argumentar todos. Impera mesmo aqui a opinião, e acho a sua tão válida quanto a minha.
    Hun… Zelda é adventure ou RPG… Marcus, você é uma verdadeira fonte de idéias!

  4. Jacksal disse:

    Uau, quem diria que uma trollada renderia um texto completo. Eu gostei da enumeração dos argumentos e acho que é racional tentar encontrar um meio termo nessa questão polêmica, mas devo respeitosamente discordar.

    Eu acho que tudo que você discutiu no texto tem uma resposta bem simples. Que na verdade é uma pergunta. O que cada um considera um fighting game? Os fãs de fighters tradicionais como Street Fighter e King of Fighters só consideram “jogos de luta” aqueles que você descreveu como vistos por visão lateral, com barra de sangue, golpes especiais e combos.

    O resto da humanidade gosta de considerar qualquer jogo em que você compete com golpes físicos com um ou mais jogadores em uma arena delimitada e com regras estabelecidas e sem progressão de fases um jogo de luta. E olha que isso já é ser BEM específico…

    Se você tiver uma visão tão limitada do que um jogo de luta é (ou do que ele pode ser) como a dos fighters “hardcore”, você não pode aceitar que Tekken é um jogo de luta, porque nele não há golpes especiais e a visão não é lateral. Não pode considerar um dos melhores jogos de luta, Bushido Blade, um jogo de luta, pois nele não há barra de energia e há fatores aleatórios como dano nos membros e mortes de um golpe só.

    O diretor de Smash Bros, Masahiro Sakurai, em uma famosa entrevista, falou que a intenção dele era fazer um jogo de luta (sim ele usou essa palavra) com a mentalidade das competições de sumô, onde o lutador tem que esgotar a energia do oponente para tirá-lo da arena de combate. Se duvidar, Smash é mais jogo de luta do que Street Fighter, que no começo era uma simulação ruim de Karatê com bolas de fogo.

    Aquele lance do Nintendoceito que eu falei no outro post é real, se o jogo for da Nintendo, os jogadores mais adultos são rápidos em descartá-los como coisa de criança e não como jogos de verdade. Se mario kart é corrida, o que impede smash de ser luta? Um jogo de tiro on rails continua sendo de tiro? Zelda é um RPG ou um jogo de aventura (um dos “gêneros” mais amplos dos videogames)?

    Mas no final acho mesmo que não importa o que nós, nerds, estamos discutindo nos fóruns e sim o que acontece lá fora. E lá fora Smash Bros aparece em todos os torneios de luta ao lado de Street Fighter e Mortal Kombat e com um público cativo desde a época do N64 que treina todo dia pra esses negócios. Se isso não é ser um jogo de luta, eu não sei o que é…

    PS: Quer uma prova que Smash é de luta? Tente jogar aquele modo de aventura que eles teimaram de incluir no último e você vai ver que é simplesmente horrível… assim como qualquer jogo de luta que tenta ter um modo beat-em-up/aventura.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s