Fala sério Ultimate MVC 3

Fala sério...Na Fala sério vou falar sobre coisas não tão happys assim. E a inauguração vem com uma questão meio… indigesta que surgiu recentemente: Utimate Marvel VS Capcom 3. Você já deve saber a essa altura que a Capcom, em uma decisão polêmica, anunciou que os compradores de seu jogo MVC 3 não são dignos de atualizações via DLC, mas podem orgulhar-se de possuir dois jogos após o lançamento de Ultimate MVC…

Mas sejamos sinceros, alguém ficou espantado com isso? Se você ficou, não deve ser adepto dos fighting games a muito tempo. Vejamos um pouco dessa história anciã.

Em 1987 a Capcom lançou Street Fighter, um jogo não muito inovador pra época, mas diferente de tudo que você já deve ter visto (o Ryu lutava calçado!!). O jogo foi ok, mas nada demais. Quatro anos depois (uma boa marca na época) saiu a continuação, Street figter II. Aí sim mano, foi um sucesso estupendo, jogo mais revolucionário até então e precursor do gênero fighter que você conhece hoje.

Aduguem!!

Ok, com todo esse sucesso o Street Fighter 3 deve ter saído no ano seguinte, certo? Para ser mais preciso saiu em 1997, 6 anos depois. Onde quero chegar? Bem, antes do 3 olha a listinha:

Street Fighter II: Champion Edition (1992); Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting (1992); Super Street Fighter II(1993); Super Street Fighter II Turbo (1994)… e a lista é maior, mas o post já vai ficar grande e eu cheguei a um ponto importante.

E essa não seria a pior contribuição do Vandinho pra série

Se tinha turbo no jogo de 1992, por que não tinha em 1993? Pra sair outro em 1994…

Acha que parou por aí? Street Fighter III: New Generation(1997); Street Fighter III: 2nd Impact – Giant Attack (1998); Street Fighter III: 3rd Strike – Fight for the Future(1999)… E a capcom veio  com a lorota que o gênero tinha morrido. Bem, talvez se ela lançasse um jogo novo de verdade…. Se serve de comparação, a SNK lançava um The King of Fighters por ano, e embora não fosse um exemplo tão bom, pelo menos os jogos pareciam mais diferentes.

Mas espera, a SNK é melhor então?

Em 2009 a SNK lançou The King of Fighters XII, um jogo que ela prometeu que traria seus fãs de volta, que seria exatamente como os fãs quisessem. O jogo seria uma resposta à melhor série de fighters da geração atual (em minha opinião), BlazBlue. Deixe-me tentar ser o mais claro possível, KOF 12 É A POHA DE UM BETA! O jogo é uma vergonha, tem um sistema extremamente desbalanceado, não possui boss, é desgraçadamente lento e os personagens sofrem de uma inacreditável falta de golpes. Por exemplo, o soco forte de Duolon é o primeiro hit de um special move dele, que agora, por razões estúpidas e óbvias, só sai como continuação do soco. Aí a SNK anuncia KOF 13 para sair em 2010.Sabe o que ela fez? Lançou KOF 12 versão completa e chamou de 13!

KOF 13 beta

A SNK admitiu e pediu desculpas públicas por ter lançado o 12 cedo pra ganhar dinheiro, que estava acabando!!! Ela passou a perna abertamente em todos que acreditaram nela e compraram o jogo, e nem se deu ao luxo de lançar DLCs pra deixar o 12 jogável, se você quiser, que compre o 13… Ela devia no mínimo enviar uma cópia gratuita dessa joça pra todos que têm KOF 12, isso sim.

Mas e a Arc System? “Se o BlazBlue é tão bom assim, ela deve ser perfeita.” Nem tanto, cara pálida. É a mesma empresa que lançou Guilty Gear X (2000); Guilty Gear XX(2002); Guilty Gear Isuka (2003); Guilty Gear XX #Reload (2003); Guilty Gear XX Slash (2005); Guilty Gear XX Accent Core(2006). E se você acompanhou essa série, sabe que metade dessa lista é uma vergonha também.

Aí, depois de lançar o fodástico BlazBlue: Calamity Trigger, ela começou de novo. O segundo (BlazBlue: Continuum Shift) foi ok. O terceiro(Continuum Shift2) foi só para arcade e PSP, e teve as suas atualizações em DLC para consoles, um exemplo. E então, ela anuncia que você precisa comprar um jogo novo (Continuum Shift Extend) se quiser o novo story mode e o 1 um UM !!!!!! personagem extra.

Enfim, depois de um bom tempo, a Capcom lançou Street Fighter 4(2008). E o Super Street Fighter 4 (2010)… Ok, não foi tão ruim assim, dois anos depois e vários personagens a mais e talz. Já Super Street Fighter 4: Arcade Edition queimou minha língua. Eu achei que a Capcom ia aplicar outro “Street Fighter”, e ela surpreendeu lançando o jogo em versão completa e como DLC de Super Street Fighter 4, fantástico! Uma prova de respeito pelos clientes que tinham comprado a versão anterior. Parabéns Capcom, usando DLC da maneira certa, que eu achei que ninguém jamais faria.

Palavras não são o suficiente para descrever o que estou sentindo nesse momento

Isso é um DLC!! Não é um jogo novo!! Não me entenda mal, 12 personagens novos é fantástico (embora a falta de  Megaman seja incompreensível). Mas anunciar um jogo novo, 5 meses depois do anterior, que não é nada além de mais personagens e tornar meu jogo caro em um peso de papel que vale 8 dólares, isso é BETRAYAL!! Um absurdo. Como diabos a empresa que eu elogiei pelo arcade edition faz isso comigo? Esses personagens deviam ser um DLC!! A única explicação é que a Capcom está nos punindo por não comprar o Shum Gorah e a Jill Valentine (Nina Willians) como DLC. Se ela me desse personagens que eu quero (como o Megaman!!) eu compraria, poha de Jill Valentine…

Lembra dele? A Capcom não…

Quer saber, realmente acho uma pena que eu nunca tenha gostado de Mortal Kombat…

Anúncios

Sobre Ed Shemp

Mais um dos garotos perdidos que descobriu que o sentido da vida é um filme do Monty Python.
Esse post foi publicado em Fala Sério! e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Fala sério Ultimate MVC 3

  1. Jacksal disse:

    Realmente a Capcom passou a perna em todo mundo com esse Ultimate. Mas lendo esse seu post extremamente informativo, chego a conclusão que na verdade até que tem bastante conteúdo a mais para justificar um novo jogo. 12 personagens a mais (diferentes do DLC) e todos os patchs de balanceamento (maldito sentinela) já incluídos. O unico problema eh o tempo… 5 meses depois eh muito recente, deveria ter deixado pelo menos 1 ano no forno pra lancar outro, e com um story mode mais decente.

    Dessa vez a Capcom aplicou sua filosofia antiga de atualizar os jogos 6 meses depois do lancamento sem levar em conta que nos nao pagamos mais por fichas pra jogar no arcade, e sim compramos um disco de 60 dolares pra jogar em casa… tsc tsc.

    Mas sabe, se ela faz isso eh pq sabe que os fas compram. A ironia eh que os mesmos fas que estao irados com esse anuncio sao aqueles que vao comprar no primeiro dia. Fazer o que neh…

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s