DLC #7 – XenoMonster Gear ZÊÊÊÊÊÊÊ

Dois podcasts no mesmo mês? Terceiro em dois mese? Será que este ano conseguimos romper a dificílima marca de DOZE PODCASTS EM UM ANO?

Neste podcast, Maximus Decimus (@andreglad), General do Panda(@generaldopanda) e Ed Shemp(@ze_baca) mostram que o ano começou de fato já que passou o carnaval lançando o segundo DLC do ano, onde comentamos sobre a polêmica dos jogos do EVO e outros joguinhos que estamos jogando durante as férias, e ainda incluímos aí mais uma sessão sobre filmes de terror que você pode encontrar no Netflix (ou não, pois um deles na verdade não está lá).

 

Então de logo o play no player abaixo pra descobrir que diabos é aquela imagem Yaoi na vitrine do pod:

Se preferir baixar o arquivo, fique à vontade e clique neste link.

E se você é um destes descoladinhos que gosta de ouvir podcasts através de feeds RSS, temos um desses também! Clique aqui para assinar o nosso feed.

Se você é Hipster e tem um iPhone, também dá para encontrar o Em Outro Castelo no ITunes.

Nós também estamos no YouTuner.co, que é uma espécie de youtube para podcasts nacionais, que fica em www.youtuner.co

Quer entrar em contato? Você pode comentar neste post mesmo, ou tuitar para @emoutrocastelo.

Curta a gente no facebook também, para além de poder saber antecipadamente quando sai post novo, poder se comunicar com a gente facilmente (e deixar a gente mais feliz): www.facebook.com/emoutrocastelo

 

Conteúdos comentados:

[00:00:08] Review do Benedict (com participação do Edshemp) de Shinobi Refle: Senran Kagura (em inglês):

[00:04:10] ”Mahvel” fora da EVO 2018

[00:15:30] Dragon Ball Fighterz

[00:28:17] Monster Hunter World

[00:42:22] South Park: A Fenda que Abunda a Força

[00:53:42] Metal Gear Survive Open Beta

[01:02:19] Xenoblade Chronicles 2

[01:10:37] Round Relâmpago

The Babysitter
Mom and Dad
The Cloverfield Paradox

Dragon Ball SUS

 

Anúncios

Sobre Maximus Decimus

Um carinha do barulho que vai armar altas confusões que até deus duvida nesse site que é um estouro.
Esse post foi publicado em Podcast Em Outro Castelo. Bookmark o link permanente.

4 respostas para DLC #7 – XenoMonster Gear ZÊÊÊÊÊÊÊ

  1. Após não sei quantos podcasts sem comentar (por motivos de “meu deus, que preguiça de abrir o site”), finalmente volto pra falar sobre jogos e outras coisas.
    Não estou surpreso pelo MvC estar fora da EVO, porque comparar ele com os 8 jogos do palco principal dá uma tristeza. Pelo menos vamos ter o Marvel de verdade, que é o Dragon Ball FighterZ (o qual eu pretendo jogar no futuro, porque tá legal demais).
    Concordo com o Maximus sobre o quão divertido é ver um torneio de Tekken. Até dá vontade de aprender a jogar.
    Agora para as coisas que eu estive jogando:
    Zerei Demon’s Souls (que eu tinha pego numa sale da PSN há um tempo), e achei legal, mas cheio de pequenos defeitos (como o seu personagem ter um limite de cosas que ele pode carregar no inventário, o que eu agradeço que tiraram nos outros jogos) e idéias que não foram muito bem implementadas (como a World Tendency). Apesar de tudo, foi uma experiência mais aproveitável que Dark Souls II.
    Também rejoguei Resident Evil 2, devido a preguiça de jogar jogos maiores, e acho que ele virou o meu RE favorito, devido a atmosfera e ao pacing do jogo.
    Por último, eu entrei numa vibe de jogar uma porrada de fighting games diferentes: Arcana Heart (que eu joguei por sugestão do Ed e achei legal, mas tem anime fighters melhores), Melty Blood (legal pra caralho, um dos anime fighters que eu mais gostei), UNIEL (eu achei muito parecido com o Melty, mas um pouco menos divertido), BlazBlue Central Fiction (que foi o BlazBlue que finalmente me fisgou, porque jogar com o Jubei é legal demais) e eu tenho jogado regularmente SFIII 3rd Strike com a minha irmã.
    Para os próximos meses, eu espero assistir Altered Carbon, já que eu gosto bastante de temática cyberpunk, e zerar Salt and Sanctuary, que eu comprei na Steam e achei interessante por ele ser tão parecido com Souls (o que pelo visto era o objetivo dos criadores).
    P.S: Panda, valeu por colocar a música do cachorro no início do podcast, eu achei muito bom.
    Até mais, galera.

  2. Após não sei quantos podcasts sem comentar (por motivos de “meu deus, que preguiça de abrir o site”), finalmente volto pra falar sobre jogos e outras coisas.
    Não estou surpreso pelo MvC estar fora da EVO, porque comparar ele com os 8 jogos do palco principal dá uma tristeza. Pelo menos vamos ter o Marvel de verdade, que é o Dragon Ball FighterZ (o qual eu pretendo jogar no futuro, porque tá legal demais).
    Concordo com o Maximus sobre o quão divertido é ver um torneio de Tekken. Até dá vontade de aprender a jogar.
    Agora para as coisas que eu estive jogando:
    Zerei Demon’s Souls (que eu tinha pego numa sale da PSN há um tempo), e achei legal, mas cheio de pequenos defeitos (como o seu personagem ter um limite de cosas que ele pode carregar no inventário, o que eu agradeço que tiraram nos outros jogos) e idéias que não foram muito bem implementadas (como a World Tendency). Apesar de tudo, foi uma experiência mais aproveitável que Dark Souls II.
    Também rejoguei Resident Evil 2, devido a preguiça de jogar jogos maiores, e acho que ele virou o meu RE favorito, devido a atmosfera e ao pacing do jogo.
    Por último, eu entrei numa vibe de jogar uma porrada de fighting games diferentes: Arcana Heart (que eu joguei por sugestão do Ed e achei legal, mas tem anime fighters melhores), Melty Blood (legal pra caralho, um dos anime fighters que eu mais gostei), UNIEL (eu achei muito parecido com o Melty, mas um pouco menos divertido), BlazBlue Central Fiction (que foi o BlazBlue que finalmente me fisgou, porque jogar com o Jubei é legal demais) e eu tenho jogado regularmente SFIII 3rd Strike com a minha irmã.
    Para os próximos meses, eu espero assistir Altered Carbon, já que eu gosto bastante de temática cyberpunk, e zerar Salt and Sanctuary, que eu comprei na Steam e achei interessante por ele ser tão parecido com Souls (o que pelo visto era o objetivo dos criadores).
    P.S: Panda, valeu por colocar a música do cachorro no início do podcast, eu achei muito bom.

  3. taikou disse:

    Eu passei a maior parte de 2017 tentando diminuir meu backlog de jogos, então os jogos de 2017 que eu joguei mesmo foram só Persona 5(jogo do ano pra mim), Horizon, Cuphead e Nier Automata. De resto foi correndo atrás do atraso mesmo, jogando The Witcher 3, os Dead Space(é, meu backlog tá beeem atrasado), Undertale e alguma outras coisas.

    Aí veio Dragon Ball Fighter Z e fudeu com todos esses planos. Não consigo parar de jogar o jogo desde que saiu, mesmo o online é divertido, como vocês mesmos disseram é um jogo fácil de aprender, que eu fico feliz até quando perco as lutas por que geralmente é algo disputado e não fico puto por que não tenho 2 bilhões de fighting money pra comprar os melhores personagens como em Street Fighter V.

    Em relação o MvC Infinity, eu fico triste com esse abandono do jogo tão cedo, mesmo o jogo sendo mais feio que bater na mãe ainda era um jogo divertido e não acho que a Capcom abandonaria o jogo assim, ainda mais depois de insistirem tanto no SF V. Realmente acredito na possibilidade da Disney ter sido pau-no-cu e ter proibido o jogo de participar dos torneiros para que fosse publicidade pro Guerra Infinita.

    Façam o podcast de Persona 5! Nunca é tarde demais pra se falar dessa beleza de jogo.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s