J-View: Chaos Code

chaoscode01CHAOS CODE IS AWESOME! Cara, eu precisava mesmo tirar uma folga de crappy RPGs e voltar para minhas raízes em um bom jogo de luta. E se era algo clássico que eu procurava, Chaos Code chegou em hora perfeita!

Phase

1

Shake Out!

– A Jornada

chaoscode12Esse jogo tem uma origem tão caótica quanto o próprio jogo! Team FK era originalmente um grupo doujin famoso pelo jogo “Super Cosplay War Ultra”, eles se renomearam como FK Digital e começaram a trabalhar em um jogo de “beat ‘em up”. O jogo seria online e teria múltiplas rotas com histórias diferentes em que você ganharia novos golpes conforme fosse derrotando oponentes. Isso soava interessante, mas a verdade é que o time nunca achou essa ideia muito sexy. Sendo eles grandes fãs da SNK, o que eles queriam mesmo era fazer um jogo de luta mais tradicional, algo mais próximo de uma versão profissional de Super Cosplay War Ultra. Porém, eles tinham que obedecer a empresa que estava bancando eles, e o beat ‘em up online “Arad Senki” (Dungeon Fighters Online nos EUA) estava fazendo bastante sucesso por lá e eles queriam navegar nessa mesma maré. Foi quando eles conseguiram patrocínio de empresas japonesas que eles puderam finalmente fazer de Chaos Code o jogo que eles tanto sonhavam. FK Digital participou de uma iniciativa onde várias empresas como a Capcom e a Ark System participariam para tentar ressuscitar o Arcade no Japão. Eles precisavam de jogos e Chaos Code chamou a atenção deles. Depois de muita ajuda vinda dos criadores de Guilty Gear, o pessoal da FK Digital pode lançar a primeira versão de Chaos Code para os Arcades RingWide no Japão em 4 de agosto de 2011. Até lá, o jogo passou por muitas modificações, teve uma personagem adicionada, um personagem cortado, mudou o design de muitos personagens, trocou os layouts e HUDs e teve várias mudanças nas art works. Mas finalmente o jogo está pronto e nessa semana no dia 3 de abril, se tornou disponível na PSN japonesa! (Apesar de que ele já estava disponível na PSN de Hong Kong desde 19 de dezembro do ano passado, mas quem se importa com isso?)

chaoscode20chaoscode24chaoscode23chaoscode25

– Estória

chaoscode22O Que? Sério? Você tá lendo isso? Não leu lá em cima não? Isso é um jogo de porrada! Ninguém se importa com a estória! Afinal, todos os jogos de luta tem um enredo podre…Okey, Me Desculpem, não me matem fãs de BlazBlue! Eu tava brincando, eu também adoro esse jogo!

Certo! O plot de Chaos Code gira em torno do…Chaos Code ora bolas! Se trata do segredo para a fonte de energia mais poderosa e misteriosa da história da humanidade que instantaneamente resolveu séculos de problemas com energia. Algo que milhões de cientistas trabalhando juntos falharam foi feito por um único sujeito. Esse safadão criou uma nova fonte de energia barata que nunca se desgasta sozinho e depois sumiu do mapa. Ninguém mais sabe como recriar essa energia do zero, mas todos suspeitam que a origem dela esconde poderes inimagináveis. Foi quando várias pistas sobre a origem dessa energia foram surgindo pelo mundo a fora, como se o cientista estivesse provocando os curiosos. Agora vários guerreiros poderosos, criaturas interdimensionais e organizações secretas estão atrás do Chaos Code para realizar seus sonhos e ambições (poético, não é?).

– Personagens

chaoscode11Uma coisa que Chaos Code faz certo é não se levar muito a sério. Todos os personagens tem elementos cômicos e sabem disso. O enredo nunca te força um drama e todos os personagens agem de maneira muita maluca e imprevisível.

– Hikaru Otagi

chaoscode17chaoscode06

O protagonista que trabalha como sub tenente da União militar da Terra pela manhã e um super mega Otaku pela noite. Esse cara devora figures e edições limitadas e tem um fetiche por “Mahou Shoujos”. Ele procura o poder do Chaos Code para realizar seu sonho. Suas principais armas são suas pernas, algo raro para o personagem principal de um jogo de luta. Personagem recomendável para iniciantes.

– Kagari

chaoscode03

Uma garota que perdeu os pais em um conflito causado pela União militar da Terra, ela foi acolhida pela organização rebelde Kurenai e o líder à criou como uma filha. Para retribuir isso, ele decide trabalhar como uma agente na luta para adquirir o Chaos Code e destruir a união militar. Ela serve como rival do Hikaru e tem golpes que lembram muito os do Hattori Hanzo de Samurai Spirits.

– Celia

chaoscode08

Uma garota goti-lolita estudante colegial como qualquer outra por ai. Na verdade ela é uma androide que funciona à base da energia caótica. Ela foi contruida pelo mesmo cientista safado que inventou a fonte de energia nova. Antes do sujeito sumir, ele deixou com ela as palavras “Chaos Code” como pista. Seguindo isso, Celia sai em uma jorna para encontra-lo.

Essa menina infelizmente tem os piores gráficos do jogo, isso não poderia ser assim já que ela era pra ser a heroína do jogo e “garota propaganda” (apesar de que Cthylla ta roubando essa posição). Celia é muito mal animada, ela tem poucos frames de animação e suas poses são meio “duras” (sem intenção de fazer piada), quero dizer que ela não mostra muita vontade na hora de fazer suas poses de ataque.

– Catherine

chaoscode16

Apesar de ser um homem chamado Bantori Heihachi, ele possui uma identidade secreta de uma autora de manga shoujo que atende pelo nome de Catherine. Ela(?) possui mil e um poderes mágicos de origens misteriosas. Ela sempre está a procura de ideias para seu manga e decide procurar pelo Chaos Code para se inspirar pro próximo capitulo da semana. Esse cara é hilário! Eu morro de rir dos seus golpes cosplay. Uma ótima homenagem ao antigo jogo da Team FK, Cosplay War Ultra.

– Bravo Peperoncine

chaoscode15

Originalmente um cozinheiro italiano, Bravo derrepente despertou para as maravilhas da cozinha chinesa. Seu restaurante que estava prestes a falir rapidamente se tonou um dos estabelecimento mais populares do pais. Tudo graças a seu estilo “re-mix” de combinar pratos italianos e chineses. Porém, uma briga terrível entre seus clientes famintos fez sua loja ser totalmente destruída. Sendo muito perseverante, Bravo decide almejar pela recompensa em dinheiro pelo Chaos Code para restaurar seus restaurante. Bravo é fodão! Adoro esse nome e qualquer cara que me lembre o Major Armstrong merece meu respeito! Diferente de cozinheiros fajutos, Bravo não é um “luchador”, se dedicando 100% à arte da cozinha. Isso significa que ele usa comida e panelas para cozinhar seus oponente com muita elegância!

– Cerberus Black

chaoscode14

Um caçador de tesouros sonhador. Seu parceiro de aventuras foi amaldiçoado, fazendo Cerberos procurar desesperadamente por uma forma de cura-lo. Ele finalmente encontra uma esperança em boatos sobre o Chaos Code. “Cerberus Black”, adoro esse nome! Ele é o gaijin do jogo, ou seja, ele desnecessariamente mistura palavras inglesas em suas frases e usa um sotaque americano falso, assim como o Terry Bogard.

– Hermes Gerardine

chaoscode09

Originalmente uma jovem dama milionária. Ela vivia presa em sua mansão enquanto recebia uma estrita tutela de seus pais e vários tutores. Um dia, ela acidentalmente encontrou um livro mágico e conseguiu invocar espíritos elementares. Isso mudou sua vida e ela logo fugiu de sua casa para conhecer o mundo. Hoje ela trabalha como uma ancora de telejornal mas, fora dos olhos do publico, ela trabalha para Kurenai e luta contra a União militar da Terra. Hermes seria a obrigatória mulher peituda desse jogo, mas me lembrei que já tem um monte de peitão no roster. Um dos espiritos dela é o STAR PLATINA!

– Cait & Sith Whisker

chaoscode18

Irmãos gêmeos que tiveram seu pai amaldiçoado. Para cura-lo da madição que faz seu corpo mudar pra diversas formas inumanas, os 3 partem juntos em uma jornada seguindo as pistas de Cerberus Black, antigo parceiro do pai deles e principal suspeito por trás da maldição. Tá certo que eles sempre ficam bem grudadinhos nas ilustrações e os golpes deles podem parecer meio “românticos”, mas acredite em mim quando digo que esse dois não tem nada romântico um pelo outro. Eles são irmãos normais. Cait é um empolgado que se acha muito fodão, enquanto Sith acha seu irmão muito tosco e vive cortando o coitado. Os golpes em conjunto deles pode parecer uma gimmick complicada, mas é muito mais fácil de usar do que parece!

– Kanda Yu

chaoscode19

Kanda foi trazido para a ordem negra e foi usado em um experimento para criar exorcistas poderosos o bastante para derrotar o conde milenar. Foi durante esses experimentos que Alma Karm…Ops…Perai…Personagem errado!

– Vein

chaoscode19

Vein é um guerreiro amargurado por ter perdidos seus pais durante um conflito e ter sido abandonado pela irmã que ele tanto amava. Ele acredita que sua irmã viveu uma vida feliz e segura enquanto ele sofreu. Isso o levou a perder qualquer fé que ele já teve no mundo. Agora ele procura por um fim no mundo que o traiu. Esse cara pode ter escrito EMO por toda parte, mas não muda o fato de que ele é muito fodão! Seus golpes são muito úteis e bonitos. Um personagem ótimo tanto para novatos e veteranos.

– Rui Mishima

chaoscode05

Uma garota caipira que odiava o interior. Quando ela finalmente consegui se mudar para a cidade grande que tanto admirava, recebeu noticias sobre o tesouro da sua vila ter sido roubado. Não conseguindo negar seu amor por sua terra natal, Rui parte para ajudar sua família e amigos.

– Cthylla

chaoscode02chaoscode04

Uma adorável lirical magical wonderful mahou shoujo (auto-proclamada). Um certo dia ela repentinamente veio para a Terra e começou a usar seus graciosos poderes para pregar peças nos humanos. Cthylla odeia tédio acima de tudo, quando ela estava prestes a se cansar de brincar com os humanos, ela ouviu boatos sobre o Chaos Code e decidiu que isso seria perfeito como seu novo brinquedo. ESSA PERSONAGEM É FANTASTICA! Cthylla é uma magical girl que invoca os poderes de Cthulhu e outros deuses interespaciais. Como isso foi permitido de não ter existido até hoje? Me curvo perante vocês criadores desse jogo! Atentos para os pontos de charme dela: Os dentes lindos e afiados, cabelos que parecem tentáculos de polvo e voz monstruosa! A especialidade de Cthylla é armadilha, mas ela também pode ir pra cima e causar muito dano com golpes de preção, se tornando uma personagem muito versátil.

– Celia II Kai

chaoscode07

Originalmente uma maquina encarregada de proteger o Chaos Code, após a grande batalha no final do jogo o seu corpo foi destruído. Porém, a unidade Core dela foi resgatada e o seu corpo foi restaurado por Celia, gerando uma nova versão de Celia II: Celia II Kai! Ela agora tem a nova missão de proteger os dados sobre o Chaos Code que sobraram no laboratório pois teme que podem ser usados para o mal.

– Jogabilidade

chaoscode21chaoscode31chaoscode27chaoscode28

Esse parte é perfeita! Pode ser que muitos dos golpes sejam bem parecidos com golpes vindos de jogos da Capcom, Arc System e SNK (principalmente a SNK), mas isso é mesmo algo ruim? E daí que os golpes são parecidos? Até mesmo a SNK e a Capcom já colaram (e muito) um do outro, mas sempre conseguem lançar títulos bem únicos. Esse é o mesmo caso de Chaos Code! Entre muitos sistemas e golpes familiares, existe sempre algum Twist! A primeira surpresa vem logo na tela de seleção de personagens! Quando você escolhe seu lutador (ou lutadora, não queremos ser machistas aqui), a seguir, você tem que escolher mais 2 golpes especiais. Duas da opções são “super moves” e as outras duas são “Desesperate Moves”. Depois disso, você ainda pode escolher se seu personagem vai correr ou dar um avanço rápido (quick step). Essas coisas parecem simples, mas a verdade é que isso é o bastante para criar um gameplay extremamente complexo, com várias estratégias e técnicas avançadas. Um único golpe diferente pode mudar todo o funcionamento de um personagem, além de que muitas das corridas ou avanços são bem diferentes do padrão (como Cthylla, que voa na diagonal como a Morrigan). Na hora da porrada, você ainda conta com os melhores elementos em um fighting game: 2 socos, 2 chutes, super cancels, chain combos, guard break, esquiva, contra-ataque, agarrão em dois botões e uma caralhada de golpes especiais e secretos! Tudo isso funcionando perfeitamente! É tão lindo ver todos esses elementos vindo de jogo como Darkstalkers, Street Fighters, Fatal Fury, The King of Fighters e outros se casando tão bem em um jogo só! É como se fosse um Mugen, só que profissional! Nota 10 pra FK Digital!

– Gráficos

chaoscode29chaoscode30

Vou ser bem honesto e dizer que os gráficos não impressionam muito, mas não chegam a ser ruins. Eles são em HD, mas não o bastante. Quero dizer que os sprites podiam ser mais detalhados e um pouco maiores, além de que o frame rate é no maximo average. Porém, eles compensam isso com o design dos personagens e o mundo em volta deles! Tudo parece tão maluco e cheio de vida nesse jogo que você vai se distrair com os detalhes no cenário ou em certos golpes. Eu adoro os “stages” do jogo. Principalmente o do Hikaru, tem um monitor no topo de um prédio que exibe as coisas mais loucas!

Uma ideia genial é que, quando você zera o jogo, não apenas libera ilustrações e o final do seu personagem no Gallery, como também libera o cenário dele para ver de qualquer ponto e tamanho, a hora que quiser! Genial! No Playstation 3 ainda é possivel mudar a tela pra wide screen, mas isso causa a “parede” se posiciona um pouco a frente do que deveria. Você ainda conta com 2 endings diferentes pra cada personagem, cada ending com no mínimo 3 ilustrações, todas as ilustrações do jogo são extremamente bem desenhadas!

– Sons

chaoscode32As musicas foram compostas pelo Mint Jam, um grupo famoso por compor musicas para jogos doujin, mas que também trabalharam para empresas famosas como a Key. A especialidade deles são musicas de jogo de luta, o que caiu como uma luva. As musicas do jogo são todas ótimas! Sendo sempre muito únicas e grudentas. Eu gosto especialmente da musica tema do Hikaru, onde essa vozinha fica o tempo todo me suplicando pra eu “Listen to my heart”!

As vozes são medíocres, mas não podia se esperar muito já que nenhum dos dubladores é famoso…Diabos! Alguns nem são dubladores oficiais! O dublador do Hikaru, por exemplo, é o diretor de som e dublagem! E ele ainda faz um bom trabalho! É isso mesmo! É em meio de um elenco que não se tem a menor expectativa que vem agradáveis surpresas, como a voz do Vein, tão fodão! Só ficou devendo voice over durante o story mode! Isso teria deixa os eventos bem mais divertidos!

– Compre Agora!

chaoscode26Esse é um jogo que dificilmente se classifica como uma J-view. Apesar de só estar disponível na PSN do Japão e de Hong Kong, o jogo pode ser configurado pra ficar totalmente em inglês. Pra melhorar ainda mais, o jogo é um pechincha! 1500 yens é um preço que compensa pelo visual meio “doujin” do jogo. Eu acho um preço muito justo por um jogaço como esse! Totalmente recomendo pra quem tiver uma conta na PSN oriental!

Sobre Benedict

A ovelha negra. Perdeu sua alma quando resolveu seguir o caminho do mal e unir forças com os jogos nipponicos. Durante um ataque dos EUA, por pouco escapou de se tornar um FPS, porém, um de seus olhos foi permanentemente transformado em uma mira laser.
Esse post foi publicado em J-View, Reviews e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s