J-View: MIND≒0

PSVita_CoverMIND≒0 (mind zero) é um jogo muito interessante para alguém que adora Jojo como eu! Um bom RPG que chamou atenção no Japão por todos os tipos de motivos.

X

X

X

mindzero (50)Mind Zero é para Persona o que Saints Row é para GTA. Ambos tem conceitos semelhantes mas, no final das contas, são bem diferentes.

– Enredo

O jogo segue um jovem estudante japonês chamado Takanashi Kei que se adquire poderes ao entrar em contato com um mundo paralelo, onde faz contrato uma versão paralela de sí. Ele forma um grupo com seus colegas de classe e outros que receberam poderes como ele e juntos tentam derrotar um grupo de vilões misteriosos.

– Personagens

Takanashi Kei

mindzero (43)

É bastante quieto e sério, mas sabe também sabe se divertir com seus amigos. Ele presa muito suas amizades, principalmente a que tem com Shizuku, sua melhor amiga. Seu MIND usa uma foice como canalizador.

Kamina Shizuku

mindzero (49)

Amiga de infância de Kei. É uma menina muito inocente e infantil. Ela tem facilidade pra se dar bem com qualquer tipo de pessoa. Por algum motivo ela tem a abilidade de enxergar MINDs mesmo sem ter um contrato.

Chikage Sana

mindzero (44)

Uma energética colega de classe de Kei que recebe poderes de MIND de uma maneira bem parecida com a do protagonista. Neste evento ela foi salva por Ogata. Ela sugere que o grupo procure-o para terem mais informações sobre os MINDs.

Asahina Leo

mindzero (45)

Um tarado por mistérios e eventos paranormais. Ele acaba gastando todo seu dinheiro com besteira que ele vem à venda pela TV ou internet, mas é seguindo um rumor vindo dele que o grupo chega mais perto da verdade sobre os MINDs. Durante essa investigação que ele acaba sendo tragado para o mundo paralelo e acaba fazendo um contrato incompleto com um Oni, agora o corpo dele está sendo consumido aos poucos pelo seu MIND.

Ogata Yoichi

mindzero (46)

É um detetive particular que já estava envolvido no assunto dos MINDs a um bom tempo. O grupo se reúne ao redor dele tratando-o como um líder. A agencia dele é usada como base de operações.

Shiragiku Kotone

mindzero (47)

Uma beldade vinda de uma poderosa família japonesa tradicional. Devido ao ambiente em que cresceu, ela desenvolveu um complexo de inferioridade, mas encontra nos MINDs a força que precisava para crescer.

Lina Albertine

mindzero (48)

A líder de uma família estrangeira que se envolve no mundo do ocultismo. Seus ancestrais já se envolvem com MINDs por várias gerações. Ela ajuda bastante o grupo com seus conhecimentos sobre o sub-mundo, mas ela não conhece praticamente nada sobre o mundo normal e, graças ao grupo, aos poucos vai se integrando na sociedade.

– Jogabilidade

mindzero (11)mindzero (12)O sistema é algo que lembra outra serie jogos da Acquire: Class of Heroes, no entanto, os MINDs acrecentam muito ao gameplay. O jogador deve ativar seu MIND com o botão L, fazendo todos os seus golpes ficarem mais fortes e ganhando novas magias e invencibilidade. Porém, isso só dura enquanto sua barra de MIND (MP) estiver cheia. Ao ser acertando por inimigos, a barra seca ainda mais rápido e o personagem corre o risco de ficar paralisado por um turno se não tiver cuidado. Isso acrescenta muita estratégia no gameplay e é bem divertido.

mindzero (2)mindzero (6)Durante partes de “exploração” o jogador controla um cursor em um mapa da cidade, visitando várias regiões famosas como Yokohama e Akihabara. Os eventos do jogo são como uma Visual Novel, tem backlogs, auto dialogo e até mesmo um comando pra limpar a tela das HUDs. Nas Dungeons o jogo usa um mapa 3D com exploração em primeira pessoa. Mas isso muda um pouco durante as batalhas.

– Gráficos

mindzero (17)mind006

Nas batalha os personagens são visíveis durante animações de ataque. Os modelos 3D não impressionam, mas ao menos não são feios. Os gráficos dos eventos são bonitos mas não se comparam ao artwork oficial feito pelo Character Designer original do jogo: KYO.

– Sons

Músicas são boas e dão o clima certo. Vozes são ótimas! Muito melhor que as presentes nos jogos do Class of Heroes. A música de abertura tem vocal e é bem grudenta.

– Conclusãomindzero (40)Esse é um bom jogo pra passar o tempo. As Dungeons são imensas e tem muitas side-quests pra fazer, mas o enredo não é tão épico, as side-quests não são nada complexas e os visuais são apenas bons. Não vale tanto à pena dedicar tanto tempo pra esse jogo. De uma jogada rápida e só jogue um pouco mais se não tiver mais nada de melhor. A única coisa que realmente me incomodou foi a falta de nomes pros MINDs! Mas que diados!

Anúncios

Sobre Benedict

A ovelha negra. Perdeu sua alma quando resolveu seguir o caminho do mal e unir forças com os jogos nipponicos. Durante um ataque dos EUA, por pouco escapou de se tornar um FPS, porém, um de seus olhos foi permanentemente transformado em uma mira laser.
Esse post foi publicado em J-View, Reviews e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe seu comentário, dica, opinião não relacionada ou propaganda descarada aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s